Campeão do mundo pelo Brasil parou de jogar no SPORT

Recentemente, os torcedores do Sport testemunharam o encerramento das carreiras de jogadores históricos no futebol, todos vestindo a camisa rubro-negra. Contudo, a lista de nomes de peso que se despediram do esporte não se restringe apenas aos últimos anos.

Ao longo de sua história, o Sport ganhou reconhecimento por receber grandes jogadores para a “última dança”. O goleiro Zetti, consagrado no futebol com títulos da Copa Libertadores e Mundial de Clubes pelo São Paulo, além de participar da conquista da Copa do Mundo de 1994, chegou à Ilha do Retiro em 2001.

No entanto, já distante de seus melhores dias, Zetti antecipou o fim de sua carreira ao perder a posição de titular durante o Campeonato Pernambucano para Ney. Nesse mesmo ano, o Sport enfrentou uma temporada de crise, não conquistando o hexacampeonato, sendo impedido pelo rival Náutico, e ainda terminando o Brasileirão na última posição.

Carreira

Zetti começou sua trajetória como goleiro em clubes menores antes de chegar ao cenário nacional. Sua carreira ganhou destaque quando defendeu as cores do São Paulo Futebol Clube, um dos clubes mais renomados do futebol brasileiro. Zetti teve uma passagem notável pelo São Paulo na década de 1990, período em que o clube conquistou diversos títulos importantes.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Entre suas maiores conquistas com o São Paulo estão as vitórias na Taça Libertadores da América e na Supercopa Libertadores em 1992, além do Mundial Interclubes no mesmo ano. Em 1993, o goleiro novamente se destacou ao ajudar o São Paulo a conquistar a Taça Libertadores e o Mundial Interclubes consecutivamente.

Essas conquistas solidificaram a reputação de Zetti como um dos melhores goleiros da época e contribuíram significativamente para a consolidação do São Paulo como uma potência no cenário internacional.

Além de seu sucesso no São Paulo, Zetti também teve passagens por outros clubes brasileiros, como o Palmeiras e o Santos, antes de encerrar sua carreira profissional. Ele também representou a Seleção Brasileira, participando da equipe que conquistou a Copa América em 1989.