Caloteiro? Ex-Sport, Thiago Neves ficou devendo para colega

O ex-zagueiro Luiz Alberto, que iniciou sua trajetória no Flamengo e teve passagens destacadas por Fluminense, Santos e Athletico. Durante uma descontraída conversa por telefone, o zagueiro confirmou um episódio peculiar de seus tempos no Fluminense.

No final de 2007, o então jovem Thiago Neves, que depois viria a se aposentar no Sport Recife. já se destacava como o camisa 10 da equipe, assumindo a titularidade após a venda de Carlos Alberto para o Werder Bremen. Nesse contexto, o meia atraiu o interesse do Palmeiras.

Em agosto daquele ano, Thiago assinou um pré-contrato com o Palmeiras, que não seria apropriado, e recebeu R$ 400 mil em luvas. No entanto, o jogador, na época com 22 anos, renovou seu vínculo com o Tricolor por mais três anos em outubro. Embora tenha negado a existência do pré-contrato, Thiago Neves gastou o valor das luvas na aquisição de um novo carro, uma BMW.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Aquela dívida

O problema surgiu quando, logo após a troca do veículo, ele envolveu-se em um acidente de trânsito. Foi nesse momento que Luiz Alberto entrou na história. O irmão do defensor, Luiz Claudio, dono de uma oficina, ficou encarregado do reparo do veículo.

“É verdade. Demorou quase três meses para me pagar [risos]. Ele me olhava e falava: ‘Ô, Luiz, pode ficar tranquilo, eu vou pagar, eu vou pagar’, e não pagava nunca. E o meu irmão… ‘Caraca, a nota é alta, a nota é alta’…”

“Eu falei: ‘P.., vou falar com ele, né? Vou levar a nota para ele novamente’… Demorou uns três meses para ele pagar, mas pagou. Aquilo ali é um mão de vaca, nunca vi pior que ele! O Thiago Neves é uma figura.”