As curiosidades MAIS ABSURDAS do SPORT RECIFE

  • Em 1905, Guilherme de Aquino Fonseca, membro de uma abastada família pernambucana, viajou para a Inglaterra. Durante sua estadia, concebeu a ideia de estabelecer o futebol no Náutico, um renomado clube de remo de Recife;
    Para concretizar seu intento, trouxe consigo chuteiras, calções, bolas e camisas nas cores vermelha e preta, que até hoje identificam o clube. Contudo, ao retornar, os dirigentes do Náutico resistiram à adoção do futebol, considerando-o um esporte menos nobre. Anos depois, o clube Náutico abraçou a modalidade e tornou-se um arquirrival do Sport.
  • O mascote emblemático do clube foi incorporado em 1919, após a vitória no Troféu Leão do Norte contra a equipe Remo-Paysandu, realizada em Belém do Pará. Ao término do evento, um torcedor paranaense acidentalmente quebrou a taça, danificando a cauda do leão, exatamente antes da delegação do Sport embarcar de volta para o Recife. A partir desse incidente, o leão passou a ser adotado como mascote e incorporado ao novo escudo do clube.
Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Demais curiosidades

  • O Sport Recife foi pioneiro ao contratar um jogador do estado do Rio de Janeiro em 1916. Esse jogador foi o zagueiro Paulino, que atuava pelo América, marcando assim a primeira vez que um clube pernambucano trouxe um jogador do Rio de Janeiro para suas fileiras.
  • Posteriormente, em 1928, o Sport novamente se destacou ao ser a primeira instituição esportiva de Pernambuco a incluir um estrangeiro em sua formação, o uruguaio Carlos Viola.
  • O local destinado à construção do estádio Adelmar da Costa Carvalho demandou a mobilização de recursos junto aos torcedores, envolvendo a venda de todas as taças conquistadas até aquele momento.
    Após essa iniciativa, foi possível adquirir o terreno e inaugurar o edifício da Ilha do Retiro em 1936. O esforço revelou-se recompensador, uma vez que o estádio tornou-se o único no Nordeste e no Norte a ser escolhido como sede dos jogos da Copa do Mundo de 1950.