A volta do atacante ROGER para o SPORT RECIFE

A segunda passagem do atacante Roger pelo Sport chegou ao fim em 2013. A diretoria liberou o jogador, que acertou sua transferência para a Portuguesa. O ex-camisa 9 do Leão disputaria a Série A pela Lusa.

Roger ingressou no clube com a reputação de ser um goleador para a temporada, mas acabou enfrentando uma lesão que prejudicou seu desempenho, ficando aquém das expectativas. Ao longo da sua segunda passagem pelo time leonino, ele participou de 26 partidas, marcando apenas 8 gols.

Apesar de deixar o Sport em uma fase menos positiva, Roger teve uma temporada destacada pelo clube em 2008. Contribuiu significativamente para a conquista da Copa do Brasil, inclusive anotando um gol contra o Internacional na primeira partida das quartas de final, na Ilha do Retiro, e desempenhou bem na Série A.

No entanto, no ano em questão, apesar de ter sido titular no início da temporada, não conseguiu convencer. Adicionalmente, enfrentou um período de aproximadamente três meses fora dos gramados após sofrer uma lesão no pé direito que demandou cirurgia.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Torcedor ofendeu gravemente o jogador


Os jogadores toleraram as vaias vindas das arquibancadas, mas repudiaram veementemente quando um torcedor mencionou um problema pessoal da filha de Roger ao criticar o atacante. Incomodado com a postura do torcedor rubro-negro, que explorou a deficiência visual da filha do jogador para atingir o atleta, o treinador foi enfático ao exigir maior respeito por parte da torcida.

“Não podemos admitir que um torcedor chegue aqui e faça o que um cidadão fez com Roger. Falar que ele é tão cego quando a filha dele é algo muito sério. Poucos sabem, mas ele já levou a filha dele para fazer um tratamento pioneiro na China, que não deu o resultado esperado. “

“Acho que cobrar e reclamar do time é normal. E me chamem de burro, xinguem os jogadores, mas envolver um drama familiar é algo exagerado.”